terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

Racismo no futebol

Bom, aqui eu vou falar de um assunto delicado, no futebol e no mundo, O RACISMO, Racismo é uma coisa de ignorante na verdade, uma pessoa que não respeita a cor, raça, religião de uma outra pessoa, o preconceito é algo muito ultrapassado, é algo de pessoas simplesmente sem cultura e sem coração, e como isso infelizmente existe na vida cotidiana de muitas pessoas, no futebol não é diferente, alguns jogadores ja se meteram em confusão por ser racista. Mas porque essas pessoas são racistas no futebol? Muito usam do racismo, para intimidar o adversário, para ele não ficar se sentindo bem na paartida de futebol, isso é um golpe baixo, por jogadores que são incompententes na bola que ao inves de intimidar o adversario jogando bola, jogando bonito, usam palavras contra pessoas para humilhar apenas. é uma vergonha ainda ter que ser discutido isso no mundo do futebol, o futebol é o esporte que é um dos mais democráticos do mundo, joga gente de todos os tipos e é inacreditavel que ainda existe atletas que fazem isso contra seus colegas, que amanhã podem ser seus companheiros. E acho mais, as punições deveriam ser mais sérias por quem comete atos de racismo. as confederações deveriam olhar com mais cuidado esse assunto.e gente, RACISMO? VERGONHA MUNDIAL

Veja aqui alguns casos de racismo no futebol.

Infelizmente, essa não é a primeira vez que ofensas sobre a cor da pele de jogadores são proferidas nos gramados. Relembre outros casos de racismo no futebol:

Grafite x Desábato
Na Libertadores de 2005, o atacante Grafite foi expulso no jogo entre São Paulo e Quilmes (ARG) após empurrar o rosto do zagueiro Desábato. Ao deixar o campo, Grafite explicou o motivo de sua atitude afirmando que foi ofendido pelo argentino, que o chamou também de macaco.

Revoltado com a atitude do adversário, o atacante são-paulino prestou queixa. Désabato acabou detido após o jogo e só foi liberado no dia seguinte.

Tinga x torcida do Juventude
Também em 2005, foi a vez do volante Tinga, que defendia o Internacional, ouvir ofensas racistas. Porém, os gritos de "macaco" não vieram de um jogador adversário, mas sim da torcida do Juventude, em um duelo no Alfredo Jaconi pelo Brasileirão. Ao contrário de Elicarlos e Grafite, Tinga não levou o caso para a polícia e preferiu deixar na mão do árbitro o relato do ocorrido na súmula da partida.

Antônio Carlos x Jeovânio
Outro caso de racismo pôde ser visto em 2006, quando o zagueiro Antônio Carlos, do Juventude, teria chamado o volante Jeovânio, do Grêmio, de macaco. O primeiro foi expulso após agredir o adversário com uma cotovelada e, ao sair de campo, teria chamado Jeovânio de "macaco" - esfregou os dedos no braço para indicar a cor do volante gremista.

Toró x Fernando Caballero
Na pré-temporada do Flamengo em Teresópolis, em 2008, durante um jogo-treino contra o Huracán Buceo, do Uruguai, os jogadores rubro-negros acusaram o zagueiro Fernando Caballero de ofensas raciais. No primeiro tempo, o uruguaio se desentendeu com Toró e houve bate-boca. Ibson, defendendo o companheiro, gritou:

- Não vem de racismo aqui!

Toró confirmou a ofensa ao final da partida. A palavra usada pelo uruguaio teria sido "macaco".

Eto'o x torcida do Getafe
Em 2004, o camaronês Eto'o foi alvo de insultos racistas na partida entre Barcelona e Getafe, válida pelo Campeonato Espanhol. Cerca de 50 torcedores do Getafe imitaram macacos cada vez que o jogador tocava na bola.

Olisadebe x torcida polonesa
Em 2001, durante um amistoso entre a Polônia e a Islândia, torcedores poloneses jogaram bananas no campo. Olisadebe foi o primeiro jogador negro a vestir a camisa da seleção polonesa e, apesar de números impressionantes, como marcar oito gols nas Eliminatórias para a Copa de 2002, foi alvo de insultos.

Balotelli x torcida da Roma
O atacante italiano Balotelli esteve em um evento com a seleção italiana sub-21 em Roma. Torcedores da Roma atingiram duas bananas no jogador, que foi parabenizado pelo treinador Casiraghi por não reagir e minimizar o caso.

Roberto Carlos x torcida do Atlético de Madrid
Em 2005, no clássico entre Real Madrid e Atlétido de Madrid, a torcida do Atlético imitava sons de macacos quando alguns jogadores, entre eles Roberto Carlos, pegavam na bola. O caso foi parar na Federação Espanhola de Futebol, pois o clube pode ter sido cúmplice ao permitir que o som da torcida fosse ouvido no sistema de som do estádio.



Comentem gente obrigado a todos

21 comentários:

  1. bah isso é foda
    tb sou contra o racismo
    ruim q aki no sul tem muito
    a torcida do grêmio(meu time) mesmo
    no segundo jogo da semi-final da libertadores quando o elicarlos do cruzeiro entrou
    estádio inteiro gritou 'macaco'
    é que a globo abafou

    ResponderExcluir
  2. é meu amigo racismo realmente é uma merda... de qualquer tipo! pra se viver bem é necessario respeito a tudo ...

    ResponderExcluir
  3. Racismo é foda mesmo,
    tipo aceitar é uma opção, respeitar é um dever.

    ResponderExcluir
  4. Putz racismo e a parada mais sem logica do mundo ...como se pode basear algo apenas pela cor da pessoa .... seque nosso blog lá !!!

    ResponderExcluir
  5. esse é um tema desagradavel.
    racismo é burrice

    http://www.futebobeiras.com.br/

    passa la

    ResponderExcluir
  6. Grande amigo Vinícius, racismo é uma coisa totalmente inaceitável seja no futebol ou não. Algo totalmente sem cabimento vc julgar alguém pela cor de sua pele, é um retrocesso cultural na minha opinião. depois passe lá no cinemeiros q já foi atualizado e tenho certeza q vc vai rir hehe... abraço do amigo Érico
    http://cinemeirosnews.blogspot.com/2010/02/leseira-bare-fev10.html#comments

    ResponderExcluir
  7. É uma vergonha isso que acontece no Brasil. Uma vergonha mesmo! Eu não entendo porque essas pessoas cometem esse tipo de crime. É tão fácil conviver com negros. Po! Eles são pessoas normais cara... Nada haver =/

    http://cerebro-musical.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. O Brasil não pode aceitar em hipótese alguma qualquer forma de preconceito, seja no futebol ou em qualquer outra área! É um país completamente diversificado :)

    ResponderExcluir
  9. É lamentável que em pleno século 21 ainda tenhamos que conviver com casos como esse.

    ResponderExcluir
  10. Show de bola...

    http://www.rpgvale.co.cc/

    ResponderExcluir
  11. eu acho o futebol que nao discrmina,idade,nacionalidade,cor ,altura,religiao,por que o que importa e ter habilidade,eu acho esse esporte o melhor por isso,por nao precisar se alto ou magro d+,acho a profissao d jogador d futebol a mais despreconceceituada(nem sei se essa palavra existe ahuahua)Mas os jogadores a torcida nao respeitam,o problema nao ta no esporte,e seim nas espessoas que nao tm cabeça...

    ResponderExcluir
  12. por um mundo sem preconceito seja lá ele qual for desejo mas amor no coração das pessoas

    ResponderExcluir
  13. isso é ridiculo, racismo é coisa de burro.

    ResponderExcluir
  14. Fernando Louco Por Pesca9 de fevereiro de 2010 18:20

    Show de bola a Matéria velho!!

    RAcismo no Futebol em Pleno seculo XXI nao dá né!!!

    ResponderExcluir
  15. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  16. Cara...Sendo no Futebol ou não racismo é inaceitável...
    em pleno sec XXI as pessoas ainda tem esse tipo de pensamento...
    COR, NÃO DEFINE CARACTER DE NINGUÉN...
    Sr.aspas

    http://sraspas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  17. Cara, é ridiculo mesmo. Sendo no futebol ou não, o preconceito existe em varias partes do mundo. Seja racismo, religiao, parte social da pessoa! Enfim, as pessoas já não se respeitam mais e não existem compaixão. Sendo que nesse mundo, todos sao diferentes! Varios tipo de tribos, raças e povos. Enfimmm.. oq vc disse é mt interessante na parte de intimidar a pessoa, é uma pena pr essas pessoas pq nao adianta tentar acabar com companheiro oq importa é o TALENTO!


    te amo mto amor

    ResponderExcluir
  18. Viny... topo sim a parceria.
    Me passa teu baneer por email q coloco lá.
    medeiros.alencar@hotmail.com

    ResponderExcluir
  19. Racismo não, em nenhum grau.
    No caso do Grafite, houve todo um exagero, e mais racistas foram os policiais brsileiros com birrinhas contra argentinos. Se fosse um time da Venezuela duvido que aconteceria.

    abç
    Pobre Esponja

    ResponderExcluir
  20. Isso aew Racismo Não e a truma do Galo Galoooooooooooooooo

    ResponderExcluir
  21. jogador que é racista, é aquele jogador que não tem futebol, e quer tirar o futebol dos outros com palavras sujas
    .



    .

    ResponderExcluir